Reino Unido 🇬🇧 – 2ª parte

Num dia fastidioso de inverno, demasiado pequeno, depressivo e opressor, um belo arco-íris deixara-se arremessar no firmamento. Agarramos nas malas e arrancamos para mais uns dias de lazer. O caminho que se estende de Cambridge ao País de Gales é polvilhado com bonitas aldeias e cidades medievais. É um mundo antigo e idílico, com encostas…

Reino Unido 🇬🇧

Esta aventura não é de agora, começou lá traz, no mês amornado de setembro de 2014 quando, despreparados, compramos um bilhete só de ida para Cambridge. Pode parecer insensato, mas para quem sempre trabalhou para se despreparar, e assim, despreparado esta sempre familiarizado com o inesperado, o imprevisto passa a ser um companheiro de estrada,…

Báltico (2ª parte) 🇱🇹 🇱🇻 🇪🇪

Despedimo-nos da maior metrópole dos 3 estados bálticos com um brinde – despejamos dois copos do famoso Bálsamo Negro de Riga e seguimos, parcialmente ébrios, para norte. Paramos na pequena cidade de Cesis para uma frescata e curta visita. Dobramos 2 ou 3 esquinas, passamos por outras tantas vielas torcidas e, entramos para almoçar num pequeno…

Banhos de sol à chuva no Báltico 🇱🇹 🇱🇻 🇪🇪

Antes do amanhecer é escuro. A primeira noite em Vilnius, na capital da Lituânia, não foi exceção. O alarme de incêndio desatou aos berros, passava pouco da meia-noite. Saltamos da cama e corremos sorumbáticos pela vida. Na rua, abrimos, finalmente, as pestanas, mas o mundo permaneceu escuro. Os bombeiros entraram no edifício como se fossem…

Cáucaso (2 ª parte)

Acordamos em Tbilisi, começava a romper o dia… a manhã, se bem que luminosa, estava fria. Transferimos as malas para uma minivan e seguimos para a Arménia. – “Quantas horas para Yeravan?” – Perguntei. O dono do volante, que é conhecido e tratado por todos por “o motorista”, se tem outro nome ninguém conhece, sendo,…

Uma aventura no Cáucaso 🇬🇪 🇦🇲

Numa noite longa de agosto, no meio de dois bocejos sonolentos aterramos em Tbilisi, a capital da Geórgia 🛩. Já fora do aparelho, debaixo de um céu preto azulado, respiramos a brisa fresca do Cáucaso antes de subir num autocarro, mas só para sair 20 metros depois! Estávamos quase sentados quando nos mandaram sair. Atónitos…

Marrocos 🇲🇦 (2ª parte)

Com a claridade que precede um dia quente, apeamos do comboio em Meknés. Na praça principal, o assédio comercial não é tão agressivo como em outras paragens, ainda assim, as únicas palavras que aprendemos em árabe – “la shukran” (não, obrigado), revelaram-se igualmente úteis. Na verdade, eu não me posso queixar, só tive de ameaçar…

Quase famosos em Marrocos 🇲🇦

Marraquexe… na Medina os olhos enchem-se de gente e os ouvidos acostumam-se às conversas que se sobrepõem sem se emaranharem. À nossa frente, o engarrafamento é de pessoas e, neste bailado expedito, no meio da multidão a nossa presença não é ignorada. Olhos curiosos e interessados viajam para nós. Uma espécie de video-vigilância que nos…

Indonésia: um país, vários destinos 🇮🇩

Última parte… Na pacata cidade de Bondowoso, desceram do autocarro apenas dois turistas, nós. A nossa visita tinha dois motivos: alugar uma mota e descansar. Queríamos acelerar sozinhos montanha a cima até ao dramático vulcão Ijen. Trazíamos os dois demasiado otimismo. Percorremos a cidade, do amanhecer ao anoitecer, sem sucesso. À noite, estávamos extenuados e…

Indonésia (2ª parte)

A urbe de Yogiakarta é uma manta que assenta sobre várias camadas de história javanesa. Não é uma cidade prototipo para aparecer num postal, é suja, escura, esconsa e labiríntica num entanto, por debaixo do sarro, assoma uma elegância e nobreza sem paralelo. No meio das ruas de portas abertas acolhe-nos uma beleza desconcertante. Com…

Indonésia: um país, vários destinos 🇮🇩

Primeira parte… No trânsito de Ubud, para escaparmos ao engarrafamento, contornarmos carros, autocarros, peões, táxis e muitas outras motas numa espécie de bailado sincronizado! Esta agilidade e mobilidade levou-nos a todos os cantos de Bali. Todos os dias, e foram 7, à nossa frente, no centro de Ubud, corria um rio de trânsito. Estávamos dentro…

México (2ª parte) 🇲🇽

Pouco depois de o sol nascer em Tulum, com pedaladas madrugadoras, ciclamos a estrada à velocidade estonteante de um caracol… ora em ziguezague evitando alguns buracos, ora a serpentear os cães esdrúxulos que se passeiam em matilha ao deus-dará, da periferia para o centro os bairros ficam gradualmente mais enobrecidos, mas não necessariamente mais bonitos…

Cuba 🇨🇺 (2ª parte)

A caixa enferrujada com rodas circula vagarosamente e ao entrar pela frente marítima a dentro a urbanização adensa-se denunciando a proximidade do centro de Baracoa. Inesperadamente e para nosso espanto, começamos a ser perseguidos por um ciclista que pedala ferozmente no nosso encalço 🚴🏾.  O homem entra num sprint desenfreado e, a pedalar de pé,…

Na rota do trópico de Capricórnio (1ª parte) 🇳🇦

Antes de cruzarmos a fronteira com o Botsuana montamos a tenda sob o olhar atento das estrelas mais brilhantes do H.S. e certamente de alguns bichinhos marotos não fosse estarmos nós num dos melhores santuários de fauna Africana por excelência.

Na rota do Trópico de Capricórnio (2ª parte) 🇧🇼 🇿🇼

A Isabel, a Joana e a Ana queriam fotografálos a todos e eu, que não tenho habilitações sequer para servir de espantalho num campo de milho, não quis fazer de emplastro para não ofuscar a graciosidade das girafas e dos elefantes com a minha presença majestosa!